O que andamos falando


Fumantes têm o dobro de risco de sofrer derrames





Um estudo canadense comprovou que os fumantes têm o dobro de chances de sofrer um derrame em comparação com os não fumantes. Ainda segundo o estudo, quando o fumante abandona o cigarro, esse índice diminui e o risco de ele sofrer um AVC se compara ao de uma pessoa que nunca fumou.

Ao deixar o vício, se o ex-fumante seguir uma alimentação equilibrada e fazer atividades físicas, o risco de ele sofrer um acidente vascular cerebral cai significativamente, concluiu o estudo. Os especialistas analisaram 982 pacientes que sofreram derrame ao longo de dois anos. Eles descobriram que a idade média das vítimas de derrame que fumavam era de 58 anos. Esses fumantes eram nove anos mais jovens do que a idade média dos não-fumantes que também sofreram derrame.

Os estudiosos alertam que fumar causa arteriosclerose acúmulo de placas de gordura nos vasos sanguíneos- e aumenta o risco de coágulos. Os fumantes têm o dobro de riso de sofrer um derrame causado por um vaso sanguíneo rompido- AVC hemorrágico- do que as pessoas que não fazem uso do cigarro.


Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário