Índice de tabagismo é alto mesmo após diagnóstico de câncer






Um novo estudo descobriu que um número considerável de pacientes com câncer de pulmão e colorretal continua a fumar após o diagnóstico. Publicado pela revista Cancer (American Cancer Society), o estudo fornece informações valiosas sobre como os pacientes com câncer podem precisar de ajuda para parar de fumar.  

Quando um paciente recebe um diagnóstico de câncer, o foco principal é tratar a doença. Mas parar de fumar, após a descoberta, também é importante. Continuar esse mau hábito pode afetar negativamente as respostas dos pacientes aos tratamentos, além de aumentar o risco de cânceres subseqüentes ediminuir as taxas de sobrevida. 

A equipe do Massachusetts General Hospital / Harvard Medical School, em Boston (EUA), buscou levantar quantos pacientes paravam de fumar e quantos estavam propensos a parar, quando do diagnóstico do câncer. 

Os pesquisadores determinaram as taxas de tabagismo no momento do diagnóstico de câncer de pulmão e colorretal e cinco meses após em 5.338 pacientes. No momento do diagnóstico, 39% dos pacientes com câncer de pulmão e 14% dos pacientes com câncer colorretal fumavam. Cinco meses depois, 14% dos pacientes com câncer de pulmão e 9% dos pacientes com câncer colorretal ainda eram tabagistas. 

Os resultados indicam que um número considerável de indivíduos com câncer continua a fumar após o diagnóstico. Apesar de os pacientes com câncer de pulmão apresentarem taxas maiores de tabagismo no momento do diagnóstico e após o diagnóstico, pacientes com câncer colorretal são menos propensos a parar de fumar após a descoberta da doença. 

Pacientes com câncer de pulmão que tinham um menor índice de massa corporal, baixo apoio emocional, que não receberam quimioterapia ou fizeram cirurgia, não tinham doença cardíaca prévia e ainda fumavam um elevado número de cigarros por dia, tinham mais chances de continuar sendo fumantes. 

A maioria dos pacientes com câncer colorretal que continuou a fumar no estudo era do sexo masculino, não havia passado por cirurgia e fumava um número alto de cigarros por dia. Essas descobertas podem ajudar os médicos a identificar pacientes com câncer que têm risco elevado para o tabagismo e orientá-los de maneira mais eficaz para tratar o vício.  

Estratégias para parar de fumar

Conheça cinco estratégias que podem ajudar quando o desejo é parar de fumar. Veja quais são e acabe com o vício.  

Prepare-se

Prepare seu corpo e sua mente para o estresse que é tentar parar de fumar. É importante seguir alguns passos para se livrar do tabaco. Trace uma meta inicial. Pessoas que cumprem seu objetivo inicial têm menores chances de recaída. 

Busque apoio

 Você terá mais chances de sucesso se tiver apoio do seu médico, da família, dos amigos e dos colegas de trabalho.

Adote novos comportamentos

A partir do momento em que você não estiver mais fumando, decida o que fazer em vez disso. Pense nas situações de maior risco e veja como lidar com elas. Mude sua rotina diária. Pegue um caminho alternativo para chegar ao trabalho ou faça uma refeição diferente. 

Tome remédios

Existem medicamentos que podem auxiliá-lo a parar de fumar. Suas chances de obter sucesso dobram mesmo que o remédio seja o único instrumento usado. Consulte um médico para isso. 

Aceite sua falhas

A maioria das pessoas não consegue parar de fumar na primeira tentativa. Não se culpe. Faça uma lista das coisas que você aprendeu e pense quando você está disposto a pensar de novo. 

Como parar de fumar quando você tem outros problemas de saúde?

Se você tem problemas psicológicos (depressão, ansiedade, etc.) ou usa drogas ou álcool, tente primeiro resolver essas questões antes de pensar em parar de fumar. Algumas pessoas que têm algum desses problemas médicos percebem que eles sempre voltam quando tentam parar de fumar. Se esse for o seu caso, converse com seu médico antes de parar de fumar.



Índice de tabagismo é alto mesmo após diagnóstico de câncer Índice de tabagismo é alto mesmo após diagnóstico de câncer Editado por saude.chakalat.net on 05:43 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.