Tabagismo é mais comum entre homens e mata 23 pessoas por dia








O cigarro é um mal que atinge muita gente. De acordo com pesquisas, só no Brasil,por dia, 23 pessoas morrem em consequencia de doenças causadas pelo vício.

Segundo o médico pneumologista, Leandro Salviano. de São José do Rio Preto (SP) o cigarro tem mais de cinco mil substâncias que causam diversos tipos de danos. “O cigarro destrói tecidos do corpo como pulmão, coração, pele e os vasos. Ele é responsável por um terço de todos os cânceres que ocorrem”, disse Salviano.

Segundo a Organização Mundial De Saúde, um terço da população de todo o planeta é fumante, Cerca de 1.3 bilhão de pessoas são dependentes da nicotina. No Brasil, pelo menos 18% da população é fumante, a maioria homens. As mortes mais comuns em decorrência ao uso do cigarro são relacionadas a câncer de pulmão e enfisema pulmonar, que traz dificuldade de respirar.

A luta para acabar com o viício não é só dos fumantes. O Governo tenta combater o vício. Primeiro vieram as restrições nas propagandas de cigarro. Proibidas na televisão, elas ficaram restritas aos locais que vendem o produto e o número de fumantes diminuiu.

Também é proibido fumar em locais públicos e fechados. São Paulo foi o primeiro Estado a aderir a lei antifumo. Desde que foi implantada em 2009, milhares de locais foram multados. Rio Preto foi a 5ª cidade do Estado que mais aplicou a multa.

A ajuda para combater o cigarro vem de todos os lados, basta querer parar de fumar. De acordo com o pneumologista, o primeiro passo é a mudança de comportamento e de hábito. “Não existe nenhum nível tolerável de cigarro, não adianta estar fumando um cigarro ou dois, qualquer cigarro vai prejudicar o corpo” concluiu Salviano.

Tabagismo é mais comum entre homens e mata 23 pessoas por dia Tabagismo é mais comum entre homens e mata 23 pessoas por dia Editado por saude.chakalat.net on 04:54 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.