Conheça os efeitos causados pela fumaça de cigarro no organismo





Cigarro

Cigarro

Se você acredita que acender um cigarro de vez em quando, ao sair com os amigos ou socialmente, é inofensivo na verdade está enganado. Fumar socialmente não livra ninguém dos malefícios causados pelo tabaco.

Os impactos começam com as substâncias presentes na fumaça. Quando inaladas os efeitos são individuais, mas todas são tóxicas. Neste caso, o alerta também vai para os fumantes passivos. Mesmo depois que o cigarro é apagado, roupas, paredes e móveis continuam impregnados, podendo causar reações como tosse, irritação nos olhos, dor de cabeça, coriza, náuseas e agravamento de doenças respiratórias, para citar alguns sintomas no curto prazo.

Algumas tragadas em cinco minutos já são suficientes para que 4 mil substâncias químicas invadam o organismo. Quando passa pela boca, a fumaça agride os dentes, a mucosa bucal e pode levar à gengivite no futuro. A inflamação na mucosa respiratória também pode ocorrer por conta dos gases tóxicos eliminados pela fumaça. Os efeitos também podem ser sentidos na traqueia, já que a fumaça do cigarro paralisa temporariamente os cílios que limpam o muco e outras partículas invasoras do sistema respiratório.

O acúmulo de monóxido de carbono no sangue, também presente na fumaça, ainda limita a capacidade do corpo de transportar oxigênio para os órgãos vitais. Fumar mesmo que seja por 5 minutos faz com que o organismo ainda tente se livrar das substâncias tóxicas pelas 6 ou 8 horas seguintes.

O Ministério da Saúde, por meio da Lei Antifumo, estabelece que ambientes fechados de uso coletivo sejam 100% livres de tabaco. O objetivo é proteger a população do fumo passivo e contribuir para a diminuição do tabagismo entre os brasileiros.

Entre as complicações mais conhecidas pelo fumo estão as doenças respiratórias (asma, bronquite, enfisema), câncer, infarto, úlcera do aparelho digestivo e trombose vascular. O Dr. Munerato aconselha que fumantes ativos, passivos e ex-fumantes procurem realizar exames periódicos para o monitoramento da saúde. Entre os exames recomendados estão: hemograma completo (glicemia, colesterol, hocisteína, proteína C reativa), análise de marcadores tumorais, exames de urina e fezes, análise de expectoração (pesquisa de células cancerígenas), espirometria (avaliação da função respiratória), eletrocardiograma com prova de esforço e TAC do tórax.



Conheça os efeitos causados pela fumaça de cigarro no organismo Conheça os efeitos causados pela fumaça de cigarro no organismo Editado por saude.chakalat.net on 14:10 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.