Cigarro: o que é possível fazer para evitar o primeiro trago?





Narguilés, cigarros com sabor, eletrônicos, mais leves em tabaco e mesmo com redução de substâncias mais nocivas. As atrações para o primeiro trago são inúmeras, até irresistíveis. Mas levam ao terror da dependência. Por isso que a  discussão em torno do que é possível fazer a fim de evitar o primeiro trago e, principalmente, os seguintes. Especialistas alertam que não existem níveis seguros de consumo de qualquer derivado do tabaco. Mesmo fumantes de um a nove cigarros por dia apresentam seis vezes mais chance de desenvolver câncer no pulmão do que os não tabagistas.

Fumantes de um a nove cigarros por dia apresentam seis vezes mais chance de desenvolver câncer no pulmão do que os não tabagistas (Leandro Couri/EM/D.A Press)
 
Um artigo divulgado na Cancer Epidemiology, Biomarkers and Prevention por David Hammond e Richard J. O'Connor, da Universidade de Waterloo, no Canadá, e do Roswell Park Cancer Institute, nos EUA, respectivamente, indica que adultos que fumam cigarros com redução de nicotina não fazem em maior quantidade para compensar os baixos níveis da substância. Portanto, não são expostos a mais produtos tóxicos. O resultado, atingido após um estudo com 72 tabagistas, torna viáveis medidas polêmicas de diminuição dos níveis de nicotina para quantidades insignificantes como forma de reduzir e prevenir o vício.

Mesmo fumando cigarros com baixos teores de nicotina, o tabagista continuará sendo um dependente e, muitas vezes, com dificuldade para abandonar a droga. O risco é ele achar que, com a versão light, terá menos prejuízo à saúde e, assim, não querer parar de fumar. Mesmo que o fumante de cigarros de baixos teores de nicotina não aumente o consumo, ele continuará expostos a mais de 4.700 substâncias, muitas delas tóxicas e cancerígenas, responsáveis por cerca de 50 doenças .
 



Cigarro: o que é possível fazer para evitar o primeiro trago? Cigarro: o que é possível fazer para evitar o primeiro trago? Editado por saude.chakalat.net on 07:45 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.