O que andamos falando


Tabagismo na gravidez aumenta risco de criança ter Hiperatividade e Déficit de Atenção






Quanto maiores os níveis de cotinina (metabolito predominante da nicotina) no sangue durante a gravidez, maior é o risco da criança desenvolver mais tarde Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA), conclui estudo epidemiológico conduzido pelo Centro de Investigação em Psiquiatria Infantil da Universidade de Turku, na Finlândia. Trata-se do primeiro estudo a nível global em que a foi demonstrada a ligação entre a exposição do feto à nicotina e o diagnóstico de PHDA.

São conhecidos e estão comprovados os efeitos negativos no desenvolvimento do feto, mas o tabagismo durante a gravidez continua a ser um importante problema de saúde pública. Na Finlândia e durante 2017, aproximadamente 12,5% de todas as mulheres grávidas fumaram durante a gravidez e 7% continuaram a fumar durante a gravidez.

A exposição ao tabagismo materno está associada a vários desfechos perinatais adversos. Uma associação entre tabagismo materno e PHDA foi demonstrada em vários estudos. No entanto, a causalidade da associação tem sido questionada principalmente devido à confusão familiar, referiu Roshan Chudal, do Centro de Investigação de Psiquiatria Infantil da Universidade de Turku.

Todos os estudos anteriores sobre o tema tinham sido baseados no autorrelato materno do tabagismo, uma condição subestimar as verdadeiras taxas de tabagismo. A divulgação do tabagismo é ainda menor entre as fumadoras grávidas, referiu Roshan Chudal.

Cotinina revela ligação entre tabagismo e Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção

A cotinina é o biomarcador que indica a exposição à nicotina. Isso inclui o tabagismo ativo, bem como a exposição à nicotina de outras fontes, como terapia de reposição de nicotina ou tabagismo passivo. Medindo os níveis de cotinina a partir de amostras de soro materno recolhidas durante a gravidez, o estudo investigou a associação entre a exposição à nicotina durante a gravidez e a Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção.

O estudo envolveu 1.079 casos de PHDA e um número igual de crianças nascidas entre 1998 e 1999. Os níveis de cotinina materna foram medidos a partir de amostras de soro materno recolhidas durante o primeiro e segundo trimestres da gravidez e guardadas no biobanco nacional.

– Neste primeiro estudo nacional na Finlândia utilizando os níveis de cotinina materna, relatamos uma forte associação entre a exposição pré-natal à nicotina e descendência TDAH, referiu Andre Sourander, investigador líder do grupo de investigação do Centro de Investigação de Psiquiatria Infantil.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera o tabagismo uma das principais preocupações de saúde pública em todo o mundo.

Dada a alta prevalência de tabagismo durante a gravidez e PHDA entre crianças, estas descobertas justificam estudos no futuro sobre a interação entre tabagismo materno e fatores ambientais, genéticos e epigenéticos, referiu Andre Sourander.

Pare de Fumar

O livro "Pare de Fumar" procura enfatizar a importância de cessar com este hábito tão nocivo para o organismo, elencando, além das preocupantes estatísticas que envolvem o universo do tabaco, as substâncias contidas no cigarro e dicas para que o hábito seja cessado. Histórias de sucesso também são contadas a fim de ativar a motivação de todos aqueles que pensam em seguir uma vida saudável.  Saiba mais e clique aqui!

Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário