Curta e Siga


Exercícios Físicos ajudam na abstinência do cigarro





Olá! Tudo bem? Esse blog faz parte da Chakalat.net e esse post fala sobre Exercícios Físicos ajudam na abstinência do cigarro.




O abandono do vício do Tabagismo é um processo particular, que tem especificidades para cada pessoa, e compreender isso é essencial para obter o resultado almejado.

A prática de exercícios físicos é considerada como hábito saudável de vida desde tempos remotos. Há evidências científicas consistentes em relação aos benefícios do exercício aeróbico para a saúde. Ao longo de um exercício, entram em ação diversos mecanismos fisiológicos para manter a homeostasia, seja minimizando as variações de pH e das pressões parciais de O2 e de CO2 nos tecidos, seja dissipando o calor produzido e proporcionando substratos energéticos para os músculos.

Um dos benefícios da prática regular da Atividade Física é o de superar os sintomas da síndrome de abstinência que ocorre de forma mais intensa nos primeiros dias em que a pessoa deixa de fumar e prossegue em geral durante 2-4 semanas, causada pela privação da nicotina no cérebro do indivíduo, que se acostumou a receber uma dieta regular desta substância psicoativa durante décadas de sua vida.

Os sintomas mais frequentes da abstinência são irritabilidade, nervosismo, inquietação, alteração do sono, tanto insônia como sonolência, cefaleia, tonteira, dificuldade de concentração, sudorese fria.

A pessoa que tem a possibilidade apresentar esse quadro deve usar apoio medicamentoso durante um período médio estimado em 12 semanas, podendo prolongar-se a critério médico, e de acordo com as necessidades da pessoa. A dependência química produzida pelo cigarro tem três componentes básicos e indissociáveis, a saber:

  • Físico: como ocorre com outras drogas, o organismo se acostuma a receber certa dose diária da substância psicoativa, no caso a nicotina, e quando a pessoa deixa de fumar, o corpo sente falta e precisa se adaptar a ausência dessa substância. Este período de adaptação é denominado Síndrome de Abstinência.
  • Psicológico ou Emocional: o cigarro atua, muitas vezes, como uma muleta, como um amortecedor para emoções, sejam elas experiências agradáveis ou desagradáveis. Assim, o fumante usa o cigarro para lidar com estresse, angústia, tristeza, solidão, para relaxar e até mesmo para comemorar.
  • Comportamental: todo fumante tem um ritual no uso de cigarros, associando o seu hábito de fumar com algumas atividades cotidianas; como fumar e tomar um cafezinho, fumar após as refeições, fumar antes de dormir, fumar e estudar etc.

A abordagem do tratamento do tabagismo visa enfocar esses três tipos de dependência:

  • orientando o indivíduo a reformular suas crenças e mitos relacionados ao vício;
  • para que desenvolva estratégias e habilidades para lidar com seus sentimentos;
  • para que promova mudanças no seu estilo de vida;
  • use medicamentos que não sofra com os sintomas de abstinência, que mesmo sendo uma condição transitória, requer em muitos casos ajuda medicamentosa para tornar segura esta travessia para uma vida saudável.

Espero que você tenha gostado da nossa abordagem.

Se você for profissional da saúde, conheça a página que a Quero Conteúdo oferece com materiais gratuitos. Clique aqui .
Você também pode ter informações sobre Cursos Online para Profissionais da Saúde clicando aqui!

Se você quiser receber notícias sobre saúde em geral, entre nos grupos do Whatsapp e no grupo do Telegram.

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário